Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


AS IMPRESSÕES DO GODOY

por feldades, em 29.08.20

“Nas minhas andanças pelo interior de São Paulo, correndo atrás de contratos para poder lecionar, acabei indo para a cidade de Amparo. Na escola em que fui trabalhar, conheci muitas pessoas que, em sua maioria, trataram bem 'o rapaz de Minas'. Pois bem, vou falar um pouco sobre um professor de Matemática – homem sábio, que usava roupas simples e já meio “surradas”, um chapéu na cabeça e o jornal enrolado nas mãos – e era justamente o jornal que lia nas horas vagas a grande fonte de inspiração para as sábias reflexões proferidas durante os diálogos nos intervalos.

               

Para trabalhar, eu me deslocava diariamente, de segunda a sexta, entre as cidades de Monte Sião (MG) e Amparo (SP), fato que chamou a atenção do professor. Dessa forma, especialmente às sextas-feiras, íamos nós caminhando após a exaustiva e turbulenta semana de trabalho (situação bem conhecida de quem atualmente está em sala de aula no Brasil), rumo aos nossos respectivos destinos: eu à rodoviária e o professor para sua casa, sendo que, não raras vezes, eu passava em sua residência para tomar um café com sua família. O caminho proporcionou a construção de uma grande amizade, amizade fundamentada na lealdade e na oração. Foram muitas as vezes que, ao passarmos diante da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, fazíamos a oração do Ângelus, na qual rezávamos as Três Ave-Marias e, no final, uma pequena oração pedindo descanso aos mortos.

               

Esse amigo nos presenteava a cada quinze dias com uma reflexão no seu Blog. Os assuntos eram variados: desde histórias de seus conterrâneos em Minas até críticas construtivas a respeito das atividades pastorais realizadas pela Igreja (pois sempre foi um bom católico), passando obviamente pelos textos políticos. O amigo, talvez não compreendido pela maioria das pessoas, é repleto de ideais e não de interesses particulares.

 

Algumas pessoas conseguem nos humanizar, fazendo-nos enxergar o mundo e os semelhantes com um olhar fraterno e generoso – não apenas com suas palavras, mas principalmente com suas ações.

 

Obrigado, professor.”

 

O texto acima foi publicado num ‘blog literário’ por Renato Pires de Godoy, uma das pessoas mais formidáveis que já conheci e de quem tenho o privilégio de ser amigo.

 

FILIPE

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Sem imagem de perfil

Anónimo a 29.08.2020

Creio que as palavras não sejam suficientes para demonstrar minha gratidão!
Imagem de perfil

feldades a 02.09.2020

Gratidão recíproca, caríssimo Renato.
Sem imagem de perfil

Anónimo a 05.09.2020

Somente hoje pude ler essa interessantíssima postagem!
Então o Mano encontrou alguém por aí que nutre tantos ideais e sonhos juntos, que amam a sua Fé e não temem testemunha-la, que lutam por um mundo de justiça, paz, ecologia e solidariedade, como expressão concreta de uma mesma crença que só é verdadeira quando enraizada na prática cotidiana!
Obrigado, Godoy, por essa descrição tão pertinente de nosso querido Mano!
Esse rapaz de Minas é assim, e não se envergonha de ser assim desde jovem! Não tem vergonha de expressar no jeito de se vestir, andar, rezar, enfim viver o que crê como valor! Autenticidade, coerência, firmeza e muita bondade: parecem ser virtudes dos dois amigos que se atraem pelo Bem.
Porque é isso mesmo: o Bem tem uma força de atração inimaginável. E quando os que lutam pelo bem se unem, parece algo insignificante, mas é nessa aparente insignificância que grandes coisas boas têm acontecido no mundo!
Parabéns pela bela amizade!
Deus os conserve na união pelo bem!
Abraços do Freizinho a ambos!
Imagem de perfil

feldades a 05.09.2020

Mano-frei, você precisa conhecer o Godoy.
Neste mundo conturbado ainda há alguns "Godoys", que são pérolas preciosas.


Perfil Facebook

Renato Pires de Godoy a 07.09.2020

Imagina, Felipe! Sou apenas o Renato e nada e mais.
Perfil Facebook

Renato Pires de Godoy a 07.09.2020

Muito obrigado, Padre! Felipe me avisou agora a respeito do seu comentário, mesmo não sabendo o que escrever, apenas deixo uma prece para que possamos realmente lutar pelo bem, mais uma vez obrigado!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D