Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • feldades

    É, mano... Nossos pais abriram o caminho e só nos ...

  • feldades

    É a Cynthia? Sendo ou não sendo, obrigado pelo ca...

  • feldades

    Gostaria muito de ler textos de sua lavra sobre os...

  • feldades

    Miguel, seu elogio é para mim um rico prêmio liter...

  • Frei Gabriel

    Sim, Mamãe viveu seus últimos anos com uma doçura ...






O BANHO

por feldades, em 14.03.15

Publicado originalmente o "blogdofilipemoura.com", em 08/03/2013

 

Já amanheceu. Vamos tomar um banho, filha. Levante-se, deixe suas coisinhas aí e vamos tirando logo essa fraldinha, que está toda molhada. Venha, vamos lá! A água está bem morninha, uma delícia. Vamos tirando essa roupa... Vou ajudar. Levante o braço. Isso mesmo. Levante o outro também. Assim, assim. Agora, experimente a água e veja como está gostosa. Toma o sabonete e lave bem o bumbum. Esfregue um pouco com a bucha e, agora, lave a bucha também. Não está pronto ainda. Vamos caprichar um pouco mais. Ah, e o cabelo? Estava me esquecendo de lavar o cabelo... Vamos, molhe bem a cabeça. Feche os olhos para não arder. Agora vou pôr um pouco de xampu, que é pra ficar limpinho e cheirosinho. Vai fazer espuma, mas este xampu não arde. Talvez os olhos ardam, mas o xampu não. Está garantido aqui no rótulo: “não arde”. Hoje eles já inventaram essa belezinha de tecnologia. Vamos filha, ajuda a mãe. Esfregue bem os cabelos, depois vou passar um pouco de creme. Agora parece que já está bom. Vamos enxaguar a cabeça. Feche bem os olhos, que vou abrir mais o chuveiro. Bom, agora esfregue um pouco mais os bracinhos, embaixo do braço, as pernas... Esfregue bem os pés, vamos! Agora, sim. Vou jogar esta água fora e ligar o chuveiro para enxaguar todo o corpinho. Feche os olhos mais uma vez, que vou abrir o chuveiro no máximo. Isso, isso mesmo. Bom, por hora é só e acho que está bom. Tá um pouco frio lá fora, então vamos pôr o roupão. Na cama, terminaremos de enxugar. Deite aqui, aqui. Olha, vou pôr esta meia em você. Sei que não gosta muito dela, mas é a mais quentinha. Vamos pôr esta blusinha bem fofinha.  Vamos encerrar? A fraldinha, o calçãozinho, esta calça comprida, os sapatos. Agora, levante-se e vamos para a cozinha. Filha, dê bom-dia ao povo.

 

Já é noite e está na hora de repousar. Então, vamos para o quarto e ajeitar as coisas. Venha comigo, venha.  Mas, antes, vamos tomar uma ducha, pois fez calor o dia todo e você está suada. Ih, sua fralda está toda ensopada! Mais uma razão para um banho noturno. Vamos tirando essa roupa, vamos. Tire a blusa, a blusa! Levante o braço..., o outro também. Assim. Agora tire essa calça, mas sente-se no banquinho para ficar melhor. Pode jogá-la aí no cantinho, que já vou pôr na máquina. A fralda não pode ficar misturada com as roupas. Vamos jogá-la no lixo. Agora venha para o chuveiro, venha. Tá muito calor e, por isso, deixei a água bem morninha. Experimente e veja como está deliciosa. Toma o sabonete e lave o bumbum, o bumbum. Agora, passe sabonete na barriga, embaixo dos braços. Vamos, eu ajudo a esfregar. Cadê a outra bucha? Ah, as duas estão com você. Deixe uma comigo e vamos juntos nessa. Não molhe a cabeça, pois seu cabelo tá limpo e à noite não se deve molhá-lo. Segure firme e vire pra cá um pouco, que eu quero ver como tá ficando esse serviço. Acho que tá bom, então vamos nos enxaguar e já estamos finalizando. De manhã, o banho deve ser mais completo, mas à noite não precisa tanto. Vamos tirar o excesso de água passando a mão pelo corpo, vamos. Enrole-se nesta toalha e terminaremos de enxugar no quarto. Sente-se para eu enxugar seus pés. Que delícia de banho, não?! Agora que você está bem cheirosinha, vamos pôr esta roupinha limpa e perfumada. Pode ser que mais tarde esfrie, então fique com esta malha também. Ah, a fralda. Vou pôr esta fralda, mas não é pra tirar, viu? Só amanhã de manhã, quando for tomar outro banho. Deite-se. Chegue um pouco para cima e um pouquinho para lá. Eu vou ajudá-la. Vamos, força! E agora, tá melhor assim? Cubra com este lençol. O abajur ficará aceso. Tá bom assim? Tá confortável? Então, boa noite, mãe!

 

FILIPE

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Everton Souza a 22.03.2015 às 12:05

O texto nos induz a acharmos que a se trata da mãe cuidando da filha. Para grande espanto e admiração, quem cuida é a filha, quem recebe os afagos é a mãe. Uma retribuição justa daquela que muitas vezes foi banhada e trocada pela mãe. Esse texto me faz refletir sobre como a vida é cíclica. Hoje somos crianças, necessitamos de cuidado; amanhã não mais o seremos, daí daremos cuidado; e, ainda, depois nos tornaremos velhos e novamente necessitaremos de atenção especial.
Contudo, quantos idosos que estão apodrecendo nos asilos que não têm o mesmo privilégio desta mãe supracitada? Ouso dizer, na verdade, que poucos velhinhos podem ter essa honra. Bem-aventurado quem pode ter; não tão bem-aventurado o que vive a situação oposta.

Comentar post





Comentários recentes

  • feldades

    É, mano... Nossos pais abriram o caminho e só nos ...

  • feldades

    É a Cynthia? Sendo ou não sendo, obrigado pelo ca...

  • feldades

    Gostaria muito de ler textos de sua lavra sobre os...

  • feldades

    Miguel, seu elogio é para mim um rico prêmio liter...

  • Frei Gabriel

    Sim, Mamãe viveu seus últimos anos com uma doçura ...