Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    Obrigado, Mano,por mais uma bela crônica sobre nos...

  • Anónimo

    Que triste pensar nas “ruínas” que já foram palco ...

  • Anónimo

    Que dizer?Esperar para crer?Crer que não adianta e...

  • Thais

    Que texto lindo!! Me emocionei com suas palavras. ...

  • Anónimo

    Só não conheci o Sr. José pessoalmente, mas sei ...






TEMPOS DE ÓDIO

por feldades, em 18.03.16

Amigo, prometi a você que não escreveria sobre política, mas não dá. Se eu não fizer isso, terei algo semelhante a ‘congestão intestinal’ e necessitaria urgentemente de um laxante. Então, descumprindo a promessa, vou escorregando tela abaixo. Se puder me acompanhar...

 

O Brasil está em "festa", o amigo sabe, e essa festa não é do pobre, mas da grã-finagem. As ‘multidões ululantes’, que pedem a saída de Dilma e a prisão de Lula, operam pela volta da oligarquia paulista ao poder. Desde Getúlio Vargas, em 1930, nunca mais um paulista foi presidente (FHC é carioca). O movimento de 1932, denominado Revolução Constitucionalista, é caso único no mundo. A academia, desde sempre hegemonicamente paulista, assim o denomina para minimizar a humilhação perante as tropas federais. Quem na luta não triunfou fez rebelião, e não revolução. Mas a “Rebelião de 32” ainda está fumegante e já aponta suas canhoneiras.

 

O alvo atual é Dilma, seguida de Lula; o próximo será Aécio, seguido de Marina Silva; finalmente, a batalha fratricida ente Alckmin e Serra, com a preponderância do primeiro. E assim, o caminho vai sendo aberto a “foice e facão” pela plutocracia paulista rumo ao Planalto. Enquanto isso, 99 parlamentares aguardam julgamento no STF e 500 inquéritos estão em andamento, sem pressa.

 

O segundo governo Dilma, que não começou, nunca vai existir. Ela perdeu o norte apoiando-se em Mercadante, que possui apenas um par de neurônios. Os movimentos sociais, seu alicerce, lhe são hostis e as Forças Armadas, o lastro do Estado de Direito, não lhe são leais. Poucos sabem, mas a Unidade Militar, que desencadeou o golpe de 1964, denomina-se “Brigada 31 de Março” – uma afronta à ordem estabelecida com a redemocratização. Também, com um inepto Aldo Rebelo no Ministério da Defesa...

 

Queixo-me da ingratidão do povo em relação ao PT, pois nos últimos 13 anos, uma verdadeira revolução social aconteceu no país. Cerca de um milhão de jovens fazem faculdade de graça; a metade das vagas nas universidades federais é reservada a alunos de escolas públicas; 50 milhões de brasileiros deixaram a miséria; a parcela da população com nível universitário já é de quase 30%, sendo que antes não chegava a 10%; o poder real do salário mínimo mais que dobrou; o índice de desemprego, embora alto, não chega a 10% – muito abaixo de países europeus como Grécia, Portugal e Espanha; tem o Minha Casa, Minha Vida e tem mais.

 

A Lava-Jato, não lava tudo. Apurou-se que um empreiteiro investigado não delataria tucanos por uma razão: eles serão os próximos inquilinos do Planalto; um humilde capoteiro, intimado por engano pelo tiranete de Curitiba, foi dispensado sem pedido de desculpas. Ao sair, ouviu gargalhadas do juiz e do procurador, seu inquiridor; os promotores paulistas, que fustigam Lula, não tiveram o mesmo rigor com o deputado Barros Munhoz, aliado de Alckmin, cujos crimes caducaram no TJ-SP; juízes e procuradores têm salários acima de 200 mil reais e pressionam o Congresso para que adiem votação de projeto de lei para impor limites (Painel da Folha – 28/02).

 

Ando meio sorumbático, não tenho assistido ao noticiário, pouco leio e nem me animo a telefonar para amigos. E nessa letargia, vou tocando a vida, cada vez mais desacorçoado com as desditas do dia a dia. Quero assistir às missas na TV, mas tem o dom Darci, de Aparecida, convocando o povo a matar a “Jararaca”, que atende por Lula. No Ano da Misericórdia, um pastor da Igreja Católica pregando o ódio!

 

FILIPE

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.03.2016 às 12:50

Eu também, to meio surumbática.. desacoçoada da vida!!!
Sem imagem de perfil

De freigabriel a 19.03.2016 às 11:22

De fato são tempos sombrios para a democracia e para as conquistas populares. O que virá depois, não se tem nenhuma certeza, a não ser, que dificilmente para melhor para o nosso povo.Onde fomos parar!!! Estou comentando apenas para dizer ao Filipe que também acompanho com angústia os atuais desdobramentos do mundo político-social-econômico do Brasil. Muita hipocrisia em nome da limpeza e correição éticas!
Sem imagem de perfil

De Everton Souza a 19.03.2016 às 16:06

No 2 parágrafo vc quis dizer: "O Brasil esta em festa"? Se sim, faltou o "em".
Penso que a força-tarefa da Operação Lava a Jato é um divisor de águas da história do Brasil. Há empreiteiros, banqueiros, enfim, pessoas importantes atrás das grades. Além disso, há também dinheiro sendo ressarcido aos cofres públicos.
Vejo que, infelizmente, a mídia atua fortemente ao lado dos oligarcas do PSDB. Enquanto fala-se do Lula, esqueceu-se do vergonhoso escândalo da merenda, que envolve o sr. Capes. Corrobora essa minha tese de que a mídia é parcial ou outro fato. Quando a "Isto é" publicou a delação do Delcídio, a revista apenas informou-nos coisas relacionadas aos políticos petistas. Contudo, deixou, de propósito, de alertar-nos que na referida delação também havia coisas do Aécio. Curioso, né?
A força empregada na Lava Jato que ser geral, isto é, para todos os políticos, sejam eles PT, PSDB, PCdB. Vamos ver se essa importante operação atingirá ao senhor Aécio. Ele foi citado por Delcídio e há fortes indícios de que ele seja tão corrupto quanto a Dilma, o lula, o Vacari, Bumlai etc.
Não sou partidário, pois penso que infelizmente somos comandados por uma corja de ladrões cleptocratas. Só acho que PT e PSBD são farinhas do mesmo saco, pena que a mídia não vê assim.
Imagem de perfil

De feldades a 20.03.2016 às 01:11

Obrigado, amigo, pela observação.
Vou corrigir o texto.
Abraços.
Imagem de perfil

De feldades a 20.03.2016 às 01:09

PT e PSDB são farinha do mesmo saco, mas quem virou saco de pancada é o PT. Eu gostaria é que a Justiça fosse feita sem parcialidade, sem essa seletividade.
Um leitor discorda, afirmando não acreditar na hipótese de os oligarcas paulistas se assanharem pelo Planalto. Apenas como registro: o último presidente paulista foi Rodrigues Alves, que governou de 1902 a 1906. São "apenas" 110 anos sem um paulista na presidência!
Deve dar uma coceira no Geraldo Alckmin...
Imagem de perfil

De feldades a 20.03.2016 às 12:06

NOTA: Sobre a centenária abstinência dos paulistas na Presidência da República, este blogueiro afirma não preferir mineiros nem preterir paulistas. Até por que sempre quis votar no paulista Eduardo Suplicy para presidente: homem íntegro, dele nunca se disse ser corrupto nem conivente com falcatruas.
Sem imagem de perfil

De Renato Pires de Godoy a 20.03.2016 às 18:40

Aqui tentará se expressar uma mente pouco intelectual. Pois bem, temos uma situação insustentável e ingovernável. Nosso país gerido por três poderes, parece ter aberto mão da governabilidade, pois temos um congresso nacional preocupado com o impeachment de uma presidente eleita por vias democráticas e que até o instante não apresenta nenhuma irregularidade que justifique sua saída do cargo. Temos um magistrado de Curitiba ao meu ver aliado da burguesia nacional, temos uma megaoperação policial destinada a agir com parcialidade (ao meu ver) e pra finalizar uma imprensa que age de forma a jogar a opinião pública contra um governo "populista". A nomeação ou pretensa nomeação do ex-presidente Lula ao ministério foi ao meu ver uma faca de dois gumes: de um lado, o mesmo está sob investigação (atitude suicida da Presidente), de outro o pânico dos opositores na retomada de crescimento da popularidade do mesmo para as eleições de 2018, medo expressado por Aécio na edição do Estado de Minas da última quarta-feira. Sendo assim vamos ver o que acontece.
Imagem de perfil

De aureliano a 21.03.2016 às 18:50

O que notamos à nossa volta é decepção, desencanto, angústia, sobretudo nos olhares dos pobres. Estes estão preocupados com o pão de cada dia, com o emprego ameaçado, com a escola dos filhos, com o futuro de seus dias, com a situação de descaso da saúde pública.
O Congresso está vivendo em função de interesses político-partidários. O Governo vive em função de se defender. E a Globo e companhia continua fazendo a cabeça do nosso povo. Quando não são as notícias tendenciosas, são as novelas e os BBBs imorais, que sobrevivem por encontrar adeptos.
Pela primeira vez encontrei alguém que, em pacote de assinatura de canais, excluiu a rede globo. Trata-se de um padre numa região mineira por onde andei. Parabéns pela ousadia e coragem!
Bem, vamos ver aonde vamos chegar.


Comentar post





Comentários recentes

  • Anónimo

    Obrigado, Mano,por mais uma bela crônica sobre nos...

  • Anónimo

    Que triste pensar nas “ruínas” que já foram palco ...

  • Anónimo

    Que dizer?Esperar para crer?Crer que não adianta e...

  • Thais

    Que texto lindo!! Me emocionei com suas palavras. ...

  • Anónimo

    Só não conheci o Sr. José pessoalmente, mas sei ...